Giorgio Armani


Giorgio armani

Giorgio Armani sabe o valor da auto-indulgência que seus produtos de luxo proporcionam, mas nem por isso se atém apenas aos prazeres da vida. O estilista italiano, aliás, é conhecido por seu comprometimento em inúmeras causas humanitárias, incluindo até uma recente parceria com o vocalista da banda irlandesa U2, Bono. Entre seus projetos de maior reconhecimento, estão a Casa Armani, lar de reabilitação infantil na Tailândia, criado em 1999 e, mais recentemente, uma campanha de Natal para financiar uma fundação de apoio a portadores da síndrome de Down – iniciativa que teve como inspiração a pequena Antonella, com a qual o estilista posou para um calendário. A fortuna pessoal do estilista italiano é calculada em 5.3 bilhões de dólares.

Os óculos que a marca fabrica são bem legais e podem durar até vários anos sem se danificarem. A grife tem ainda uma loja online onde disponibiliza a todos os interessados e compradores dos produtos a possibilidade de encomendar online tudo o que está disponível nos vários catálogos.

Girogio armani

A grife inaugurou sua primeira loja no Brasil em 1997, com a chiquérrima loja Emporio Armani localizada na badalada Rua Bela Cintra em São Paulo. O atendimento VIP é uma das estratégias da marca que conserva em suas “cadernetas”, uma relação de clientes especiais que são informados pelos vendedores sempre que uma novidade pinta por lá. A cidade de São Paulo tem 14 lojas da grife, duas Giorgio Armani (loja top da marca italiana), três Emporio Armani (selo mais acessível e esportivo), sete Armani Exchange (butique mais sofisticada), e outras duas lojas da grife que funcionam dentro de um outlet no interior de São Paulo. O jeans da marca continua sendo o produto mais vendido em ambas as filiais. A marca GIORGIO ARMANI é a mais desejada pelos brasileiros, segundo uma pesquisa global realizada pela empresa britânica Nielsen. A pesquisa indicou que 37% dos brasileiros entrevistados preferiam comprar produtos da marca, caso dinheiro não fosse um impedimento.

Comments on this entry are closed.